26/07/11

sem explicação.

não sabia o que estava a sentir, nem sabia se o que se passava por mim era algum sentimento, é preciso procurar bem lá no fundo até percebermos o que se passa na nossa vida porque existe alturas em que nem nós sabemos o que chamar e com esse incomodo inconstante preferimos nem ligar ou então deixar que não reparem para não estarmos a ouvir sempre o mesmo ou só porque não se fala é porque não se confia.
por vezes não é só o que escrevemos que nos faz ver a realidade, talvez o que lemos também ajuda, também nos abre um caminho para justificar tudo o que se passa, mesmo que não seja fácil, mesmo que não seja aquilo que esperamos, um dia temos de aceitar.
ninguém luta para ser infeliz, mas a infelicidade faz parte pois faz uma pessoa crescer, faz-nos ver, para quem tem amor à vida, o que é bom e o que é mau, mesmo que não se aprenda à primeira, aprendemos a dizer que não às coisas más e estar sempre de braços abertos à espera que o que é bom chegue.
não tenho uma história muito longa, é Verão, tudo pode acontecer, o que teve de acontecer comigo já aconteceu e eu sinto-me infeliz, mesmo que ninguém o note, sinto e não gosto porque, apesar de não chorar, não quer dizer que não ande triste, irritada, magoada ... por pessoas tomamos atitudes pouco promissoras, que até nos podem envergonhar e por isso nem falamos, escondemos. eu até poderia me envergonhar do que fiz, sentir-me culpada ou não ser capaz de me perdoar, porque sim, de uma certa forma traí, traí apesar de não existir qualquer relação, traí sentimentos e traí talvez uma amiga, não estou feliz, sinto-me mal, mas foi também um bocado por mim, porque mereci a atenção, mereci tudo e gostei.
problemas que estou a passar e ninguém valoriza, estou de férias, prestes a viajar e não vou em paz e por não chorar à tanto tempo, quero fazê-lo só que sei que não posso.
se tenho um dia em que me consigo sentir bem é porque estou perto de um sorriso, de um olhar, de um abraço teu que me consegue deixar assim, sentir que junto da minha mão tenho a tua, como se a tua presença fizesse esquecer o mau e só tu seres o bom juntamente com os teus actos e enquanto eu fico junto a ti e sinto confiança os meus medos desaparecem, até que chega a hora em que vou embora e não te vejo e aí volta tudo, como se nada tivesse passado e nem aos nossos momentos me poderei agarrar porque os problemas acabam por lhes encobrir e fazem com que aquilo que se passa de bom seja o mínimo, simplesmente secundário e aí eu volte a não ser verdadeira comigo e, mesmo com bastante fraqueza, dizer que estou bem e de tanto o dizer ficar perdida sem saber afinal o que é verdadeiro e então continuo a cair bem fundo sem saber quanto tempo mais vou aguentar.
se calhar o problema não está em mim, tu é que devias de me dizer alguma coisa e eu talvez deixaria de fingir.

12 comentários:

  1. É triste quando alguém com capacidades para escrever tenha de escrever algo triste e esteja a passar por uma fase má, mas passa querida!

    ResponderEliminar
  2. obrigada. uma pessoa quando escreve, escreve por tudo, não apenas nas fase más, mas em qqr altura, neste momento é assim q me sinto, é assim q me vejo e como se costuma dizer e apesar de isto não ser um "amigo" não devemos estar apenas para o que é bom, o que é mau tb conta :)

    ResponderEliminar
  3. Não te contrario, aliás, até gosto que te exprimas, só tenho pena é que estejas triste, poderia ser tudo mais fácil se assim nos permitissem não é?

    ResponderEliminar
  4. mas aí a piada de viver desaparecia e nós merecemos também sofrer para aprender, porque nd na vida é fácil, é verdade ou não? :o

    ResponderEliminar
  5. Concordo, ora aí está. Conseguiste calar-me. Só espero é que o besta que te deixa neste estado veja a pessoa que és e entenda que és das raras!

    ResponderEliminar
  6. o pior de tudo é que acaba por não ser apenas uma pessoa, porque de um problema aparecem muitos mais e eu sofro, sofro e custa-me porque nem sempre é quem se espera e, apesar de tudo, eu até podia ser uma grande "cabra" mas não deixo nc de ter sentimentos, e magoa!

    ResponderEliminar
  7. "Lutamos pelo básico e somos felizes" se acreditas mesmo no que dizes, vais ver que nada é impossível. Muita força e tem coragem para resolver os teus problemas :)

    ResponderEliminar
  8. farei por isso. obrigada, foste muito simpática/o. obrigada mesmo :)

    ResponderEliminar